sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Pequenas palavras que sumiram no vento

Eu gosto quando a poesia escorre
Quando perdemos o sono e nos atrofiamos em palavras
Quando tu me vem a mente pra nunca mais querer sair
Quando a te desejo e te prendo em meus braços
Quando te faço encher os olhos sorrindo
Quando digo que no final tudo vai ficar bem
Quando tu sorrir e o espaço se distorce 
Quando percebo meu grau de leseira e esqueço de todo resto